Metro do Porto: Veolia concorre com M. Moura Consultores

Os principais grupos de transporte franceses apresentaram candidatura ao concurso para a operação e manutenção do Metro do Porto – Transdev, Keolis e Veolia – e todos decidiram participar associados com parceiros portugueses. A Transdev aliou-se à Efacec e a três operadores rodoviários da do distrito do Porto – Valpi, Gondomarense e Espírito Santo –, naquele que é denominado um “projecto global para a região norte”, enquanto a Keolis integra um agrupamento liderado pelo Grupo Barraqueiro, que também integra a Arriva e o Grupo Mota-Engil. A Veolia Transport, por sua vez, decidiu alinhar com a empresa portuguesa M. Moura Consultores. «Fomos contactados pela Veolia que tem todo interesse em participar em neste concurso com um parceiro local e aceitámos o desafio», confirmou Manuel Moura à Transportes em Revista. Relativamente ao caderno de encargos do concurso para operação e manutenção do Metro do Porto considera-o «exigente», mas perfeitamente ao alcance do agrupamento. A Veolia Transport opera em 30 países, incluindo a Austrália, Alemanha, Benelux, Canadá, Chile, China, Colômbia, Coreia do Sul, Estados Unidos, Escandinávia, Espanha, França, Grã-Bretanha, Índia, Polónia, entre outros, empregando mais de 83.600 pessoas. O volume de negócios ascendeu a seis mil milhões de euros em 2008. O grupo francês opera mais de 38.000 veículos rodoviários e ferroviários e transporta mais de 2,5 mil milhões de passageiros por ano. Entre os projectos de referência destaque para as operações de metro ligeiro de Barcelona (Espanha), Estocolmo (Suécia), Dublin (Irlanda), metro convencional em Bombaim (Índia), Bus Rapid Transit de Las Vegas (Estados Unidos), Toronto (Canadá), Bogotá (Colômbia), Rouen (França), entre outros. Redes de estacionamento, transporte a pedido, bicicletas partilhadas, transporte fluvial são mais algumas das áreas onde o grupo francês está presente. A M. Moura Consultores Associados foi fundada pelo antigo presidente da Refer e da Rave, Manuel Moura, e dedica-se à consultadoria na área dos transportes e da mobilidade.